Concursos Culturais X Campanhas Promocionais

1 de out de 2013 | Publicidade, Web

capa_concursos_promocoes

Em julho de 2013, o Ministro de Estado da Fazenda, Guido Mantega proibiu a veiculação de promoções comerciais e sancionou apenas a divulgação dos concursos culturais através das redes sociais. Mas o que isso significa?

Primeiro, vamos recapitular.

Qual a diferença entre uma campanha promocional e uma campanha cultural?

Uma campanha promocional tem como foco a promoção de produtos, serviços ou da própria empresa. Visa fazer propaganda , mesmo que não cite preços, promoções ou lançamentos, sempre buscando aumentar sua clientela. Já o concurso cultural, diferentemente, é focado na divulgação de ações sociais, culturais ou esportivas, não possui fins lucrativos e não faz menção a nenhuma empresa. Ambos podem dar brindes, porém com finalidades diferentes, respeitando seus respectivos objetivos.

Em relação à burocracia, uma campanha promocional para ser veiculada precisa ser registrada na Caixa Econômica Federal  e aprovada por seus fiscais, seja dentro ou fora das redes sociais. Esse registro leva em média 60 dias para ser efetivado, o que já não ocorre com o concurso cultural, que não precisa de registro, porém tem que obedecer à algumas regras estabelecidas. Devido à essa facilidade, antigamente muitas empresas se aproveitavam e veiculavam campanhas promocionais em formato de concurso cultural, o que levou o o Ministério da Fazenda a tornar as regras relacionadas à concursos culturais mais rígidas.

Segundo as modificações na portaria, agora os concursos culturais não podem mais acontecer nas redes sociais, apenas serem divulgados através delas.

Relacioná-los à datas comemorativas, como o dia dos pais, natal, páscoa ou outras já não é mais permitido e os brindes oferecidos também não podem mais ser da empresa que veicula a promoção, sendo que essa só pode ter seu nome incluído nos créditos, como promotora do concurso.

Também não é mais possível pedir que as pessoas elogiem, enviem frases relacionadas ao nome da marca, comprem produtos para participar, ou que preencham um cadastro com seus dados.

O objetivo disso tudo é que consumidores não precisem se cadastrar em uma rede para participar de uma promoção. A lei vale também para blogs, que caso queiram continuar realizando sorteios e promoções têm que se enquadrar à novas regras.

As empresas que desobedecerem a nova portaria poderão ser multadas em até 100% do valor que havia sido oferecido em prêmios e terão que ficar 2 anos sem promover nenhum tipo de concurso, portanto, é melhor ficar atento para evitar qualquer tipo de prejuízos futuros. O infográfico abaixo esclarece as dúvidas mais frequentes em relação a esse assunto.

 

1infografico_w3_redessociais_blog

(Imagem: Update or Die!)

Posts relacionados

Postado em Publicidade, Web
por Procriativo - ( )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *